Casa geral Professora é condenada após amarrar criança de 6 anos com fita crepe no

Professora é condenada após amarrar criança de 6 anos com fita crepe no

3 primeira leitura

Uma professora vai ter que pagar uma indenização à família de um garoto no valor de R$ 6 mil após amarrar a criança em uma cadeira em uma escola municipal de Boa Esperança, na região Sul de Minas Gerais. O município também foi condenado a indenizar a família. O caso aconteceu em 2015, quando o menino tinha 4 anos, porém só foi divulgado nessa quarta-feira (4) pelo Tribunal de Justiça.

Em 2015, o menino chegou em casa contando para a mãe que a professora tinha o amarrado em uma cadeira com fita crepe. Logo, a mãe foi à instituição de ensino para tratar do caso.

No local, ela encontrou o pai de um garoto, que relatou o mesmo ocorrido. A diretora da escola chegou a ir até a sala de aula dos garotos e os colegas de classe confirmaram a atitude da professora.

Sendo assim, a professora e o município foram condenados, porém estão recorrendo da decisão. A professora negou a acusação e ainda afirmou que utilizava a fita crepe para colar letras no chão.

O desembargador Elias Camilo Sobrinho não aceitou a alegação e destacou que o “Poder Público, ao receber o estudante em qualquer dos estabelecimentos da rede oficial de ensino, assume o grave compromisso de velar pela preservação de sua integridade física, devendo empregar todos os meios necessários ao integral desempenho desse encargo jurídico, sob pena de incidir em responsabilidade civil pelos eventos lesivos ocasionados ao aluno”.

O desembargador Judimar Biber e Jair Varão também votaram conforme o relator.

Veja também

Cemig emite novo alerta de golpe contra consumidores no Sul de Minas

A população deve ficar atenta à atuação de estelionatários que utilizam o nome da Cemig em…