Casa Notícias ACIRA e comerciantes propõe mudanças relacionadas ao estacionamento rotativo

ACIRA e comerciantes propõe mudanças relacionadas ao estacionamento rotativo

7 primeira leitura

Desde que foi anunciada a implantação do estacionamento rotativo, surgiram muitos questionamentos entre comerciantes, motoristas, moradores e outras pessoas da população. Entre os pontos mais criticados estão a regulamentação de carga e descarga e cobrança para motos. Diante dessas discussões a ACIRA e seus associados criaram uma agenda de alterações referentes a zona azul e foi solicitada a apresentação das propostas ao vereadores na sessão da Câmara Municipal de hoje, que começa às 19 horas.

Com relação a esse assunto a Câmara Municipal enviou para a Imprensa o seguinte comunicado:

Foi deliberado pela Comissão de Participação Popular que não será aberta a palavra durante a sessão ordinária desta terça-feira, 3 de dezembro, por não haver tempo hábil para que todos os vereadores tenham conhecimento das reivindicações quanto ao estacionamento rotativo, seguindo o Regimento Interno da Câmara Municipal de Andradas. A decisão foi tomada pela Câmara em parceria com representantes da Acira após reunião ocorrida na tarde desta terça-feira às 15h30 quando foram pautadas as reivindicações.Todos os munícipes são bem-vindos na Câmara, pois é um espaço democrático, mas o assunto será debatido internamente, algumas reivindicações serão apresentadas pelos vereadores durante a sessão de hoje e na quinta-feira, às 19 horas, haverá outra reunião com o Poder Legislativo, representantes do Executivo Municipal, da Acira e da empresa que irá operar o sistema de estacionamento rotativo na cidade de Andradas”.

A ACIRA também se manifestou sobre o caso através de uma nota de esclarecimento:

“Está sendo veiculado pela Câmara Municipal, na tarde desta terça, nota dizendo que a decisão de não concessão da palavra ao público na sessão desta terça-feira, dia 03/12, foi tomada em parceria com representantes da Acira.Porém, esta nota não retrata a realidade dos fatos, que são bem outras e passamos a expor:

Em primeiro lugar, cumpre esclarecer que a Acira, mantem o compromisso assumido com seus associados na reunião realizado no dia 01/12/19, onde criou-se uma agenda de propostas a serem levadas aos vereadores.Contudo, a decisão de indeferimento do pedido inicial de concessão da palavra em sessão só chegou oficialmente a Acira na manhã desta terça-feira. Dia 02/12, após a reunião do dia 01.Após receber a decisão, representantes da Acira procuraram alguns vereadores e em conversa com um dos vereadores integrante da Comissão de Participação Popular, foi –nos indicado que fizéssemos um pedido de reconsideração da decisão.Após protocolado o referido pedido de reconsideração, fomos convidados a comparecer em uma reunião com apenas os vereadores da comissão onde seria liberada a palavra em sessão.Ou seja, a reunião seria apenas para confirmar a concessão da palavra, objetivo primeiro e único do Acira.

Inclusive, foi perguntado ao Vereador quem estaria na reunião e se precisaria ir algum representante da diretoria, sendo que foi dito pelo vereador que não precisava ser ninguém da diretoria da Acira e que a reunião era mera formalidade.

Diante disto, esperançosa de que seu pedido seria atendido e que poderia representar seus associados na sessão de hoje, a Acira mandou um de seus funcionários, o Sr. Otavio Albertin, apenas, como dito pelo vereador, para cumprir uma formalidade para a concessão da palavra.Porém, ao chegar lá a situação foi bem diferente, e vendo a situação, o funcionário, apesar de ter assinado a lista de presença recusou-se a assinar a ata, agindo corretamente, pois o que foi discutido não representava a vontade da Acira.

Deste modo, a Acira mantem-se firme ao compromisso assumido com seus associados na reunião realizada no dia 02/12/2019, e convida a todos para estarem hoje as 19 horas na Câmara, apesar de não podermos falar, pois que na casa do povo fomos proibidos de fazê-lo mas nossa presença, embora silenciosa falará mais alto aos vereadores, do que talvez nossa palavras.Estamos juntos com nossos associados e todos aqueles que querem o bem de nossa cidade. “

Veja também

Em Poços de Caldas uma pessoa foi agredida e o momento foi flagrado por câmeras

As ocorrências policiais registradas em Andradas e região com o repórter Jhonny Laurindo …